sexta-feira, 18 de setembro de 2009

EXERCICIOS SOBRE BIOMAS

Biomas: testes com respostas comentadas.

1. A Mata Atlântica é uma floresta tropical que se estende desde o Rio Grande do Norte até o Sul em montanhas e planícies litorâneas. São características dessa floresta, EXCETO:
a) Apresentar grande diversidade de plantas e animais.
b) Proporcionar abrigo para animais em extinção.
c) Possibilitar o desenvolvimento do ecoturismo.
d) Apresentar baixa densidade de espécies e de indivíduos.
e) Constituir um banco de genes das espécies nativas.

Comentário: Todo bioma contém uma comunidade clímax e, como tal, o máximo de espécies para aquelas condições climáticas. E, dentro de cada espécie, o máximo em indivíduos que a resistência ambiental permite.



2. Assinale a alternativa correta.
A) A sucessão num ecossistema pode ser descrita como uma modificação em direção a uma grande diversidade e, conseqüentemente, a um número de nichos ecológicos muito maior.
B) A sucessão secundária é aquela que leva a comunidade ao estágio de estabilidade bem alta (epístase), capaz de pronta resposta a modificações físicas, estágio de comunidade clímax.
C) Acredita-se que a baixa estabilidade das comunidades clímax seja devida, basicamente, à sua grande diversidade de espécies. Muitas interações diferentes causam mudanças constantes na comunidade.
D) No estágio inicial do povoamento de uma área, ou seja, na sucessão primária, diminui a reciclagem de nutrientes e da biomassa total, pois muitas gramíneas são substituídas por árvores.

Comentário: Quanto maior for o número de espécies, mais diversificados serão os comportamentos e, conseqüentemente, os nichos ecológicos. As comunidades vão se sucedendo, criando um ambiente com condições cada vez mais estáveis.



3. A gravura representa uma paisagem correspondente a um dos principais tipos de ecossistema do continente africano. Identifique esse ecossistema e localize-o no mapa, de acordo com o algarismo correspondente.


a) Floresta equatorial .... 3
b) Savana ................. 2
c) Floresta equatorial .... 2
d) Savana ................. 1
e) Floresta equatorial .... 1

Comentário: Os campos do tipo savana extendem-se da África Central para o sul e são habitados por grandes herbívoros e predadores, acompanhados de seus comensais, comedores de seus restos.





4. Leia o texto abaixo.
“Subindo sempre, os campos misturados com pinhais se adiantam até a orla exterior. De vez em quando, vastas porções planas são inteiramente brejosas, revestidas de uma vegetação palustre estranha, entre a qual assomam em toda a parte, os frutos purpúreos de Sphagnum, o musgo das turfeiras.” (RAMBO, Balduíno S.J.. A fisionomia do Rio Grande do Sul. Ed. Unisinos, 1994.) As comunidades fisionomicamente descritas no texto acima, estão associadas a que tipo de vegetação natural do Rio Grande do Sul?
A) À vegetação de dunas.
B) À mata com araucária.
C) À mata de restinga.
D) À campos da campanha.
E) À banhados litorâneos.

Comentário: Localiza-se principalmente na região sul, ocorrendo também em elevadas altitudes na região sudeste. O clima é o subtropical, com chuvas relativamente regulares o ano todo, e temperaturas relativamente baixas. A área ocupada por este domínio vegetal é hoje largamente utilizada pela agricultura devido a fertilidade deste solo de coloração vermelha, a "terra roxa", de origem vulcânica. A araucária (Araucaria augustifolia) ou Pinheiro-do-Paraná era muito abundante. Esta árvore pode atingir até 50m, produz sementes comestíveis, o tradicional pinhão, e tem seus ramos distribuídos em torno do tronco central. Por existir pouca diversidade florística, devido ao clima frio, e a alelopatia (inibição do crescimento de outras plantas próximas, fato comum em pinheiro), as araucárias se sobressaem, ficando isoladas; o que torna extremamente fácil a sua extração, fato que as colocou a beira de extinção, bem como aos demais organismos relacionados a ela. Existem algumas plantas que se beneficiam da alelopatia, como por exemplo a erva-mate.



5. Biomassa é um termo que se refere:
a) à quantidade de espécies em um determinado habitat.
b) ao volume que um determinado ser vivo possui.
c) à área que todos os indivíduos de uma espécie, somados, ocupam.
d) ao peso, em matéria orgânica, dos seres vivos.
e) à quantidade de água presente nos seres vivos.

Comentário: também podemos relacionar com a fotossíntese, processo no qual as plantas captam energia do sol e a transformam em energia química. Esta energia pode ser convertida em eletricidade, combustível, calor por vários processos. As fontes orgânicas que são usadas para transformar energia usando estes processos são chamadas de Biomassa.



6. O que acontece quando uma comunidade se torna estável, atingindo o estágio clímax?
a) Aumenta o número de mutações que podem ocorrer nas espécies.
b) Diminui a transmissão dos caracteres adquiridos entre as espécies.
c) Aumentam os efeitos causados pela seleção natural nas espécies.
d) Diminuem as modificações evolutivas nas diferentes espécies.
e) Aumenta a variabilidade genética das espécies.

Comentário: no estágio clímax, a comunidade atingiu um equilíbrio dinâmico, não havendo mais substituição de espécies, atingindo a biomassa um valor máximo. A estabilidade das comunidades clímax existe por conta da sua grande diversidade, pois mais complexas as relações entre os nichos ecológicos e menor a probabilidade de que uma mudança numa das condições possa afetar negativamente o ecossistema como um todo. O aumento da diversidade biológica na área favorece o crescimento das populações, assim a biomassa da comunidade também aumenta ao longo da sucessão.



7. Um estudante realizou um experimento com plantas aquáticas submersas. Quando o sistema foi iluminado, notou o desprendimento de bolhas, que se acumularam no alto do tubo de ensaio. Submetendo o experimento a diferentes intensidades luminosas, observou uma variação no número de bolhas liberadas pelas plantas, conforme a distância da fonte de luz. Com base nos resultados e nas características fisiológicas dos vegetais, é correto afirmar que
(01) as bolhas liberadas pelas plantas são compostas de oxigênio, proveniente da reação de fotólise das moléculas de água, que ocorre no interior dos cloroplastos. Correta.
(02) a fotólise da água constitui uma das reações da etapa fotoquímica da fotossíntese. Correta.
(04) o aumento na intensidade luminosa provoca elevação na respiração das plantas. Por isso, ocorreu o aumento no número de bolhas liberadas no experimento. Errado. Intensificou a fotossíntese, depois a respiração.
(08) o aumento na intensidade luminosa provoca elevação na temperatura da água; no entanto, variações na temperatura não afetam a fotossíntese das plantas. Errado; para uma mesma temperatura, a taxa fotossintética (bruta ou líquida) é maior à medida que aumenta a intensidade luminosa. Para uma mesma intensidade luminosa, a taxa fotossintética é maior à medida que aumenta a temperatura.
(16) a liberação de oxigênio durante a fotossíntese ocorre em plantas aquáticas e em plantas terrestres. Correto.
(32) em todas as plantas aquáticas submersas, assim como nas plantas terrestres, o oxigênio é liberado através dos estômatos, no processo de transpiração. Errado; a transpiração libera vapor d'água.
(64) plantas submetidas a intensidades luminosas superiores ao ponto de compensação fótico não apresentam liberação de oxigênio. Errado; acima do seu ponto de compensação fótico (sua fotossíntese foi mais intensa que a respiração), liberam mais oxigênio.



8. Considerando–se as diferentes regiões do Brasil, muitas características bióticas e abióticas podem ser observadas. Sobre essas características, é correto afirmar que
(01) na floresta pluvial costeira (Mata Atlântica), observa–se grande diversidade de epífitas (bromélias e orquídeas) e de animais (mamíferos, aves, répteis e anfíbios). Correto.
(02) as florestas de araucárias apresentam um estrato arbóreo homogêneo, um estrato arbustivo denso e um estrato herbáceo no qual existem gramíneas formando uma vegetação rasteira. Errado. As matas de araucárias (ou pinheiral) são constituidas de diversas comunidades florestais. A araucária (Araucaria angustifolia) é uma conífera que atinge até 40 metros de altura e está frequentemente associada ao Podocarpus (pinheirinho) e a samambaiaçus, mirtáceas, erva mate, liquens, orquídeas e bromélias. Trata-se de uma espécie pioneira, adaptada ao sol; é colonizadora de campos ensolarados, formando agrupamentos que são invadidos por árvores e arbustos (Schinus, Lithrala, Myrceugenia, Drimys), iniciando o processo de sucessão em que acabará prevalecendo a canela-lagiana (Ocotea pulchella). Avançando-se o processo, a submata é dominada pela imbuia (Ocotea porosa) unida ao cedro e à erva-mate. Constitui uma associação de vegetais valiosos, mas de pobre diversidade, composta de raras vinte espécies de árvores. As espécies de sua fauna são adaptadas à vida umbrófila (sombria) e ao ambiente úmido; formada por cutias, veadosmateiros (mazana americana), caititus, queixadas (tayassu), tamanduás-mirins (Tamandua tetradactyla), tatus, pacas, ratos-do-mato, ouriços cacheiros e, nos estratos mais altos, alguns símios: o macaco-prego e o barbado ou guariba. Nela habitam também a gralha-azul, importante na dispersão das sementes, e diversas aves como o papagaio charão (amazona pretrei), o melro, o grimpeiro, o pica-pau-do-campo, o macuco, o inhambu e o jacu. Poucos répteis, restritos às serpentes, e poucos anfíbios. É bioma que possui características particulares e mais específicas e, em suas fases, ilustra bem o processo sucessório que a levará à floresta pluvial.
(04) os manguezais constituem biomas litorâneos de vegetação arbustiva cujo solo é lodoso, onde vivem diversas espécies de caranguejos e moluscos. Correto.
(08) na região litorânea, onde não há estuário e o solo é arenoso, aparecem as dunas e as restingas, cuja fauna é pouco diversificada e as espécies vegetais estão adaptadas ao excesso de sol e à salinidade. Errado; de maneira geral, a palavra restinga é utilizada para todos os tipos de depósitos arenosos litorâneos, de origens variadas, caracterizados, em geral, por superfícies baixas e levemente onduladas, com suave declive rumo ao mar. Podemos considerar como “vegetação de restinga” o conjunto de comunidades vegetais fisionomicamente distintas, sob influência marinha e flúvio- marinha, distribuídas em mosaico e em áreas com grande diversidade ecológica, sendo classificadas como comunidades edáficas, por dependerem mais da natureza do solo que do clima. Quaresmeiras, Orquídeas, cactos, pitangas, bromélias são algumas plantas comuns da restinga. Suas raízes são na maioria, extensas e superficiais para aumentar a superfície de absorção e contribuir para a fixação no substrato móvel. À medida que se caminha do mar em direção ao continente, ocorre uma redução na concentração salina no solo, o que caracteriza formações vegetais distintas. A expansão urbana e a caça indiscriminada têm concorrido bastante para o desaparecimento de muitos espécies de mamíferos da restinga. Até a onça-parda e a suçuarana ocorriam aí normalmente, assim como suas presas, o veado-do-catingueiro, o porco do mato e roedores como a capivara, a paca e a cotia. Atualmente os mamíferos predadores se restringem ao cachorro-do-mato, o coati, o guaxinim e alguns felinos como o gato-do-mato, esses bastante escassos. Além de gambas ocorrem ainda alguns roedores, entre eles o simpático caxinguelé. A ave fauna regional é também encontrada em outras comunidades bióticas adjacentes às restingas. Nas praias arenosas, há os urubus, gaivotas e maçaricos entre outras, são comedoras de pequenos antrópodes ou se alimentam de carniça. Nas partes mais internas das restingas, onde a vegetação florestal é mais desenvolvida encontrem se aves como a rolinha-da-restinga, anus, bacuraus, beija-flores. Nas partes descampadas vive o indefectível corujinha-buraqueira, que usa as tocas abandonadas de tatu ou constroi seus abrigos, cavando o solo com as patas. Também podemos encontrar a corujinha-do-mato. Também são numerosos os passiformes, como o sabiá-da-praia, o tiê-sangue, os sanhaços, sairas e a pequena cambacica.
(16) no pantanal, podem ser encontradas espécies do cerrado, das matas ciliares e da Mata Atlântica. A fauna é pouco diversificada com pequena variedade de peixes. Errado.
(32) a vegetação do cerrado é composta por árvores e arbustos de pequeno porte, com características xeromórficas. A fauna variada apresenta, entre outros animais, o lobo guará, o tamanduá–bandeira e o tatu–canastra. Correto. As árvores do cerrado são muito peculiares, com troncos tortos, cobertos por uma cortiça grossa, cujas folhas são geralmente grandes e rígidas. Muitas plantas herbáceas têm órgãos subterrâneos para armazenar água e nutrientes. Cortiça grossa e estruturas subterrâneas podem ser interpretadas como algumas das muitas adaptações desta vegetação às queimadas periódicas a que é submetida, protegendo as plantas da destruição e capacitando-as para rebrotar após o fogo.
O Tatu-canastra é o maior entre as espécies de tatus que vivem no Brasil. Pode chegar a 30 quilos. Ele prefere viver em campos abertos, como os cerrados, onde é mais fácil encontrar a refeição de formigas e cupins. Por isso, é importante no controle desses insetos. O Tatu-canastra tem muitos dentes, mas perde todos ao longo da vida e é muitas vezes chamado de "mamífero desdentado". A espécie garante a comida com as unhas bem-afiadas e compridas, que usa para cavar buracos em formigueiros e cupinzeiros. Os buracos que cava também servem de moradia. O Canastra é um tatu solitário e de hábitos noturnos, que não se adapta a cativeiros. Ele só é visto acompanhado na época de reprodução. Mamãe-tatu tem apenas um filhote de cada vez. Por ser apreciado como comida e pela diminuição dos campos onde vive, o Tatu-canastra entrou para a lista de animais ameaçados de extinção.
O tamanduá bandeira é encontrado em campos, savanas, florestas úmidas e cerrados da América Central e América do Sul, desde a Guatemala até a Argentina. No Brasil, é distribuído amplamente por todo o território, concentrando-se nos campos e Cerrado.
O lobo-guará é o maior canídeo da América do Sul e, apesar do nome, estudos genéticos indicam que ele não é um lobo, mas uma espécie distinta adaptada ao Cerrado. Originalmente, era encontrado desde o norte da Argentina até o limite com a Amazônia, no sentido norte-sul; e da Bolívia até o sertão de Pernambuco, leste-oeste. Hoje sua população está restrita às áreas protegidas ou afastadas do Cerrado brasileiro e às áreas inóspitas do Chaco, na Bolívia e no Paraguai. É um animal tímido e se mantém afastado do ser humano; todavia é comum aparecer nas sedes de fazendas, atraídos pelo cheiro da comida, principalmente do arroz cozido ou por animais domésticos como galináceos.



9. Sabendo–se que população é um conjunto de indivíduos da mesma espécie que ocupa uma dada área, em um certo tempo, assinale o que for correto.
(01) Densidade é a relação que existe entre o número de indivíduos que compõem a população e o espaço ocupado por eles. Correto. DENSIDADE pode ser definida como o número de indivíduos por unidade de superfície ou volume.
(02) Entende–se por potencial biótico a capacidade de uma população aumentar numericamente, em condições ambientais favoráveis. Correto.
(04) A população está em crescimento quando os fatores mortalidade e emigração são maiores do que os fatores natalidade e imigração. Errado. No crescimento são maiores a natalidade e a imigração.
(08) Entende–se por resistência do ambiente o conjunto de fatores que impedem a população de crescer conforme o seu potencial biótico. Correto.
(16) As competições intra–específica e interespecífica constituem fatores reguladores do tamanho da população e fazem parte da chamada resistência do ambiente. Correto.
32) Em experiência feita por John T. Emlen com populações de camundongos, concluiu–se que a restrição do alimento com a restrição de espaço aumenta a taxa de natalidade. Errado.
64) O sucesso de uma população de parasitas é, normalmente, tanto maior quanto menos incômodos ou prejuízos causar à espécie hospedeira. Correto.



10. Assinale o que for correto.
(01) A homeostase é um ajustamento adaptativo que consiste em manter constante determinada função orgânica, pela utilização de mecanismos que compensam a variação ambiental.
(02) A relação ecológica conhecida como protocooperação estabelece a associação em que uma das espécies se beneficia, usando restos alimentares da outra que não é prejudicada. Errado; isto é comensalismo.
(04) Os estudos de Gause, tendo o alimento como fator limitante do crescimento de populações biológicas, permitiram concluir que cada tipo de ambiente pode suportar uma quantidade máxima de indivíduos. Correto. Na natureza, além do aspecto alimentar, existem diversos outros fatores que limitam o crescimento populacional. Surge daí o conceito de carga biótica máxima do meio, que é o tamanho máximo de determinada população que um meio pode suportar. Nesse caso o alimento representa um fator limitante a medida que a população cresce e mais "bocas" precisam ser alimentadas. E é exatamente por isso que a taxa de crescimento diminui com o aumento populacional. Por isso temos menos espécies e de maior tamanho no topo da pirâmide de biomassa, o que também tem a ver com a base mais larga observada na pirâmide de energia.
(08) Uma comunidade, após determinado tempo de evolução, atinge um estado de relativa estabilidade, compatível com as condições da região. Essa comunidade estável é a comunidade clímax, que constitui o estágio final da sucessão ecológica. Errado.
(16) Os biomas terrestres têm suas características mais marcantes relacionadas ao tipo de fauna que apresentam, ou seja, sua composição faunística (?). Por isso, são também conhecidos como formações zoogeográficas. Errado, um bioma inclui fauna e flora.
(32) O desenvolvimento sustentado estabelece que o crescimento econômico deve ser regido por políticas capazes de manter os recursos naturais sem destruir o ambiente, encontrando alternativas energéticas e novas tecnologias para a produção de recursos e para o reaproveitamento de resíduos.
(64) As regiões do ambiente marinho são divididas de acordo com a profundidade e penetração de luz. A zona fótica é a mais superficial. Abaixo dessa, está a zona afótica, que é subdividida. Apesar disso, em todas as regiões há vida, na mesma riqueza e abundância. Errado.



11. Assinale o que for correto.
(01) A pirâmide de energia expressa a quantidade de energia acumulada em cada nível da cadeia alimentar e também representa um fluxo crescente da base para o ápice, o que significa que, quanto mais distante dos produtores estiver um determinado nível trófico, maior será a quantidade de energia útil recebida. Errado; quanto mais alto o nível trófico menor será a quantidade de energia recebida.
(02) A biosfera, como porção da Terra biologicamente habitada, compreende o conjunto de todos os ecossistemas do planeta. Pode ser dividida em três grandes biociclos: terrestre, dulcícola e marinho. Correto.
(04) As sociedades são relações interespecíficas, cujos integrantes revelam pequeno grau de liberdade em termos de movimentação e profunda interdependência fisiológica. Errado, isto é característica de colônias, onde os indivíduos estão ligados anatomicamente.
(08) Parasitas monogenéticos são aqueles que completam o ciclo evolutivo no interior de dois ou mais hospedeiros. Errado; completam o seu ciclo num único hospedeiro.
(16) Biótopo é o conjunto de todos os organismos estabelecidos numa determinada área, sendo constituído pela somatória das populações presentes no local. Errado; é constituído por componentes abióticos.
(32) Zoogeografia é o estudo da distribuição geográfica dos animais por regiões. A distribuição proposta por Alfred Russel Wallace define as regiões faunísticas como neártica, paleártica, neotrópica, etiópica, oriental e australiana.
(64) A comunidade clímax pode estar presente tanto no início quanto no final do processo da sucessão ecológica. Errado; se estiver no início teremos uma sucessão secundária a seguir.




12. No planeta Terra existem muitas plantas e animais, inclusive os humanos, além de numerosos microrganismos, que mantêm relações uns com os outros e com o ambiente em que vivem. Sobre as relações existentes entre os seres vivos, assinale o que for correto.
(01) As colônias de corais constituem um exemplo de relação harmônica intra–específica, decorrente da associação de organismos morfofuncionalmente integrados. Correto.
(02) Insetos sociais como as abelhas, os cupins e as formigas estabelecem relações intra–específicas em sociedades em que há divisão cooperativa do trabalho.
(04) As orquídeas e as bromélias existentes nos caules das árvores constituem exemplos de relação desarmônica intra–específica denominada parasitismo ou epifitismo. Errado, é um caso harmônico de inquilinismo.
(08) Os líquens constituem exemplo de relação harmônica interespecífica denominada comensalismo. Errado, é um mutualismo.
(16) O herbivorismo e o parasitismo, no nível individual, podem ser considerados relações harmônicas interespecíficas porque contribuem para o equilíbrio das populações dos organismos envolvidos. Errado; ao nível da espécie há vantagens, seleção e higiene, mas ao nível do indivíduo ocorrerá desarmonia.
(32) Coelhos comem vegetais e servem de alimentos para corujas e cobras. Nesta cadeia alimentar, verificam–se relações desarmônicas interespecíficas de competição entre corujas e cobras e de predatismo dos coelhos. Correto. Dois predadores competem pela mesma presa.



13. Considere as características a seguir e assinale o que for correto.
A) Triblásticos
B) Diblásticos
C) Acelomados
D) Celomados
E) Pseudocelomados
F) Tubo digestivo ausente
G) Tubo digestivo incompleto ou ausente
H) Tubo digestivo completo
I) Sistema circulatório ausente
J) Sistema circulatório presente
K) Sistema respiratório ausente
L) Sistema respiratório presente

(01) A, E, G e K são características de Mollusca.
(02) A, C, I e L são características de Aschelminthes.
(04) A, C, G e K são características de Platyhelminthes.
(08) A, E, F e J são características de Echinodermata.
(16) A, D, H e J são características de Annelida.
(32) B, F, J e L são características de Poriphera.
(64) B, H, I e L são características de Coelenterata (ou Cnidaria).



14. Nos biomas aquáticos, a região ocupada pelos produtores é
a) região disfótica.
b) região bentônica.
c) região fótica.
d) região nectônica.
e) região afótica.



15. Na flora predominam as cactáceas, árvores baixas e arbustos que em geral perdem as folhas na estação das secas. O clima é quente, com ventos fortes e secos. Na fauna, destacam-se os predadores como o gavião, pequenos herbívoros roedores como preás etc. O texto refere-se
a) às caatingas.
b) aos campos.
c) aos estepes.
d) às savanas.
e) aos desertos.



16. O critério mais importante para determinar se duas populações pertencem ou não a mesma espécie é
a) a determinação da possibilidade de trocas de genes entre as populações.
b) a determinação da localização geográfica das populações.
c) o exame de suas características morfo-fisiológicas.
d) a análise dos habitats em que elas se encontram normalmente.
e) a determinação das necessidades ecológicas das populações.



17. As bromélias e orquídeas são plantas:
a) Epífitas
b) Parasitas
c) Xerófitas
d) Mutualísticas
e) Simbiônticas



18. Os animais e vegetais, muitas vezes, apresentam adaptações morfofisiológicas, a fim de sobreviverem num determinado Biociclo Terrestre (Epinociclo). Observe as características abaixo enunciadas:
Dos vegetais: redução da superfície foliar, estômatos com ação mais rápida e capacidade de armazenamento de água.
Dos animais: formação de urina e fezes concentradas, escassez ou ausência de glândulas sudoríporas e capacidade de utilização de água metabólica.
As adaptações acima citadas são características dos vegetais e animais que habitam:
a) as tundras
b) as florestas tropicais
c) os desertos
d) as florestas temperadas decíduas
e) a taiga



19. Relativo à ciência que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o meio em que vivem, é correto afirmar que
(01) a biosfera pode ser definida como o conjunto dos ecossistemas do nosso planeta. Correto; também podemos afirmar que é o conjunto dos biociclos ou o maior de todos os ecossistemas.
(02) nicho ecológico pode ser definido como o hábitat de uma espécie. Errado; não é uma área física mas o seu comportamento.
(04) a instalação de líquens nas rochas nuas de um ambiente sem vida é um exemplo de comunidade clímax. Errado, é uma comunidade pioneira.
(08) o desenvolvimento de uma comunidade em uma área anteriormente ocupada por outras comunidades bem estabelecidas é denominada sucessão ecológica secundária. Correta.
(16) a densidade de uma população é afetada somente pelas taxas de natalidade e mortalidade. Errado; também é afetada por emigração e imigração e por toda a resistência ambiental.
(32) As substâncias orgânicas que os heterotróficos usam na sua alimentação são, em parte, utilizadas na produção das suas próprias substâncias e incorporadas na sua biomassa. Correto. A quantidade de substâncias orgânicas alimentares incorporadas pelos heterotróficos, durante um determinado período de tempo, constitui a produção secundária ou, melhor, a produtividade secundária de um ecossistema é a quantidade de matéria orgânica incorporada pelos consumidores.
(64) a matéria orgânica e a energia não absorvidas pelos seres autotróficos compõem o alimento disponível para os consumidores. Errado. O alimento é substância que contém energia e que foi incorporada ao organismo de um ser vivo.



20. Assinale a(s) alternativa(s) que relaciona(m) corretamente os biomas brasileiros com a fauna e vegetação correspondentes.
Bioma - Fauna - Vegetação
(01) Caatinga - Onça-pintada, pirarucu - Peroba, mogno
(02) Cerrado - Gralha-azul, mico-leão - Samambaiaçu, erva-mate
(04) Floresta Amazônica - Peixe-boi, preguiça - Seringueira, guaraná
(08) Mata Atlântica - Mico-leão-dourado, suçuarana - Pau-brasil, jequitibá
(16) Mata das Araucárias - Tamanduá, onça-pintada - Sucupira, pequi
(32) Mata dos Cocais - Tuiuiú, sucuri - Vitória-régia, rizófora
(64) Pantanal - Veado-catingueiro, sagüi-preto - Babaçu, carnaúba.

Comentário: A preguiça é um, animal de tamanho médio com cabeça pequena e redonda, cauda curta e longas extremidades que acabam em três dedos bem desenvolvidos que com cumpridas e curvadas garras. Está totalmente adaptado à vida arbórea. Vive na América Central e do Sul, e mede entre 40 e 75 cm., pesando entre 2,3 e 5,5 Kg. Seu período de gestação dura de 120 a 180 dias e o animal gera um só filhote. Ele mama durante as 4 primeiras semanas de vida e fica com a mãe até os seis meses de idade. Prefere habitar as matas ombrófilas densas (muito úmidas/chuvosas) e pouco descem ao solo. Alimenta-se principalmente de folhas. De costumes solitários, possui hábitos tanto diurno quanto noturno.
O mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia) é conhecido em todo o mundo como símbolo da conservação da natureza no Brasil. Este primata de pequeno porte mede aproximadamente de 25 a 35cm, tem cauda de 30 a 40cm e pesa em torno de 600g. A pelagem tem a cor de fogo, variando a tonalidade ao longo do corpo. Na cabeça ostenta uma espécie de juba, a qual deve lhe ter valido a denominação. Além da rara beleza que chamava a atenção dos contrabandistas, a destruição das matas foi a razão principal do seu desaparecimento, sendo que as que ainda hoje constituem o habitat do mico-leão-dourado estão confinadas a pequenas ilhas da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro.
A suçuarana também é conhecida como puma e onça parda. Vive em florestas densas ou vegetação do tipo da mata ciliar, sobe com facilidade em grandes árvores para caçar ou esconder-se. Refugia-se em ocos ou covas ao pé de grandes troncos e em grutas, onde normalmente cria suas ninhadas de 2 a 4 filhotes. É um predador de importância no controle populacional de aves e mamíferos de porte pequeno a médio, atualmente ameaçada de extinção devido a caça predatória.



21. Assinale a afirmativa que contenha apenas fatores abióticos que influenciam o equilíbrio de um ecossistema:
a) água, competição e parasitismo.
b) água, temperatura e competição.
c) água, temperatura e salinidade.
d) salinidade, predatismo e competição.
e) predatismo, competição e parasitismo



22. Caminhando-se da maior para a menor escala do ambiente tem-se:
a) bioma - ecossistema - população - comunidade - indivíduo - biosfera.
b) biosfera - bioma - ecossistema - comunidade - população - indivíduo.
c) indivíduo - população - comunidade - ecossistema - bioma - biosfera.
d) bioma - ecossistema - população - indivíduo - biosfera - comunidade.
e) ecossistema - bioma - biosfera - comunidade - população - indivíduo.



23. A formação vegetal sujeita a inundações diárias, com espécies adaptadas a ambientes alagados e com grande variação hialina, denomina-se
a) pantanal.
b) manguezal.
c) mata de iguapó.
d) floresta atlântica ombrófila densa.
e) várzea.

Comentário: os manguezais situam-se na faixa litorânea, pois são ecossistemas complexos que em suma ligam as águas dos oceanos com a terra firme. Nos manguezais brasileiros predominam três espécies vegetais, as quais, pela uniformidade de cada região, determinam o nome popular do mangue em : Rhizophora mangle (mangue vermelho); Avicennia schaueriana(mangue prêto) e Laguncularia racemosa (mangue branco). O manguezal é um tipo singular de vegetação litorânea, resultante da mistura da água salgada do mar, com os sedimentos provenientes dos rios. O solo é lodoso, e quase sempre encharcado (variando com a maré), sua salinidade é alta, e é pouco arejado; o que impossibilita a existência de uma rica flora. Devido a grande quantidade de matéria orgânica em decomposição o mangue apresenta odor de enxofre característico.



24. Uma plantação de milho (Gramineae) é atacada por uma lagarta (Lepidoptera). Esta lagarta serve de alimento para uma tesourinha (Dermaptera) e também é infestada por nematóides (Nematoidea). O conhecimento das relações entre os diferentes organismos é a base para o controle biológico de pragas e para uma agricultura mais racional.
O texto acima refere-se, na ordem em que aparecem, a organismos denominados
a) produtores, simbiontes, herbívoros, predadores.
b) parasitas, produtores, predadores, herbívoros.
c) predadores, parasitas, produtores, amensais.
d) comensais, herbívoros, predadores, parasitas.
e) produtores, herbívoros, predadores, parasitas.



25. Correlacione o tipo de vegetação com as características da flora:
1. Cerrado
2. Caatinga
3. Floresta tropical
4. Manguezal
5. Zona dos cocais

( 2 ) Presença de árvores que perdem suas folhas periodicamente e de plantas suculentas com folhas transformadas em espinhos
( 1 ) Árvores com troncos tortuosos, de casca grossa, folhas coriáceas e revestidas por pêlos.
( 4 ) Ocorrência de árvores com raízes aéreas do tipo escora e respiratórias
( 3 ) Árvores de grande porte e número extraordinário de lianas e epífitas.

A seqüência CORRETA é:

a) 2, 1, 4, 3
b) 5, 1, 2, 3
c) 3, 1, 4, 5
d) 1, 2, 4, 3
e) 2, 1, 5, 4

5 comentários:

  1. Gostaria que colocasse os gabaritos se possível.
    José Antônio Pereira - Gurupi Tocantins.

    ResponderExcluir
  2. É interessante colocar o gabarito, uma vez que as dúvidas sejam sanadas.
    João vieira Santos Adustina - Bahia.

    ResponderExcluir
  3. as respostas são os comentários, queridos!

    ResponderExcluir